Whatsapp

Viva Melhor


   




Governo do RN não dá previsões para pagamento de 13º salário de 2017



Data: 12/07/2018

O governo do estado do Rio Grande do Norte voltou atrás na promessa feita aos servidores estaduais, na semana passada, e afirmou que não há previsão de pagamento do 13º salário de 2017 do funcionalismo potiguar. A informação foi comunicada em reunião realizada em Natal (RN), nesta quinta-feira (12), com o Fórum de Servidores Estaduais do Rio Grande do Norte. Também não há perspectiva para o pagamento da primeira parcela do 13º salário de 2018, que deveria acontecer no mês de julho.

No dia 4, após manifestação do Fórum dos Servidores, a Chefa de Gabinete do governo potiguar, Tatiana Mendes Cunha, recebeu as entidades sindicais e afirmou que em uma reunião no dia 12 asseguraria o pagamento do 13º salário de 2017, além de garantir o pagamento em dia e de forma integral do salário dos servidores. Nesta quinta, entretanto, a posição do governo foi distinta.

Rivânia Moura, presidente da Associação dos Docentes da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Aduern – Seção Sindical do ANDES-SN), criticou a postura do governo. “Até o início de julho, os servidores estaduais estavam, há 30 meses com atraso e parcelamento salarial, com exceção dos professores da educação básica. Nesse mês, o governo normalizou o pagamento, mas não sabemos se receberemos o salário de agosto em dia e integralmente”, disse a docente.

De acordo com a presidente da Aduern-SSind, nos próximos dias, representantes das entidades que compõem o Fórum dos Servidores voltam a se encontrar, desta vez para organizar ações para ampliar a luta dos servidores potiguares pela regularização no pagamento dos seus salários.

Com informações de Aduern-SSind.

Fonte: ANDES-SN


Galeria de Fotos
 




energia solar manaus

Manaus/Amazonas

energia verde

CENTRAL DE ATENDIMENTO:


aduasindicato@gmail.com

ADUA DIGITAL