Whatsapp

Viva Melhor


   




Entidades avançam com preparativos para protestar no Brasil e Argentina contra a cúpula do G20



Data: 15/10/2018

Em reunião realizada na última quarta-feira (10) contra a cúpula do G20 – grupo que reúne os países mais poderosos do mundo-, foram definidas a realização de protestos no Brasil, além de uma caravana com destino a Buenos Aires, local onde será realizado o encontro no mês de novembro.

Participaram da reunião organizações como a CSP-Conlutas, Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, Sindicato dos Metroviários de São Paulo, Sindicato dos Docentes das Universidades Federais (ANDES-SN), entre outros.

É importante que as entidades se movimentem desde já para a construção dessas manifestações, já que o evento ocorrerá de 30 de novembro a 1° de dezembro.

Para avançar nos preparativos das ações, foi marcada nova reunião aberta e unitária nesta quarta-feira (17), às 14h, no Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo.

A Central está organizando uma lista para a caravana. As entidades e organizações que tiverem interesse de participar podem enviar o nome para o e-mail: assessoria@cspconlutas.org.br.

Cúpula do G20

A reunião do G20, grupo constituído por ministros da economia e presidentes de bancos centrais dos 19 países de economias mais desenvolvidas do mundo mais a União Europeia, com outros que são chamados de “emergentes”, tem o objetivo de elaborar e determinar políticas com novas formas de exploração.

A CSP-Conlutas manifestou em nota repúdio à realização da reunião do G20, uma vez que esta irá reafirmar ataques aos direitos e aprofundar a política neoliberal por meio dos governos e seus acordos bilaterais.

“Não podemos permitir que o futuro de nossos direitos de trabalhistas, previdenciários, educação e saúde pública, a soberania alimentar, nossos territórios e integridade, permaneçam nas mãos das elites que desprezam nosso povo e lucram com a precariedade imposta por suas decisões. É o nosso futuro, e o das novas gerações de todos os povos e a vida neste planeta que está em xeque”, reiterou, em nota, a Central.

A CSP-Conlutas faz um chamado à mobilização para mostrar que a classe trabalhadora não aceita as políticas promovidas e implementadas pelo G20 e trabalhará em conjunto a partir do Brasil e de diferentes países e suas diversas realidades para enfrentar as imposições das poderosas elites econômicas e militar.

Fonte: CSP-Conlutas


Galeria de Fotos
 




energia solar manaus

Manaus/Amazonas

energia verde

CENTRAL DE ATENDIMENTO:


aduasindicato@gmail.com

ADUA DIGITAL