Whatsapp

Viva Melhor


   




Governo Bolsonaro retira referências sobre diversidade do Enade



Data: 26/06/2019

O governo Bolsonaro realizou mais uma investida contra a diversidade. Questões relacionadas ao tema, foram retiradas do Exame Nacional de Desempenho ( Enade) deste ano, a portaria do exame deste ano foi publicada no último dia 3 pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), vinculado ao Ministério da Educação (MEC).

Componentes como "sexualidade, relações de gênero e relações étnico-raciais", que são base dos editais desde 2016, foram retirados. Além disto, itens como "tolerância e intolerância, inclusão e exclusão, relações de gênero", que constavam entre os temas previstos nos editais desde o Enade de 2011 também foram retirados.

É um claro sinal de intolerância do governo. O presidente Jair Bolsonaro é assumidamente crítico da diversidade e imoõe seu entendimento pessoal sobre o tema aos exames oficiais. Ainda em campanha afirmou que, caso eleito, inspecionaria o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) antes da sua aplicação. Todos os itens excluídos do edital estavam atrelados ao tópico "sociodiversidade e multiculturalismo".

A portaria do Enade estabelece quais são os temas de referência da prova de formação geral, que é aplicada aos estudantes de todas as áreas. A avaliação também inclui uma parte específica para cada graduação. Neste ano, serão examinados estudantes de bacharelado em ciências agrárias, ciências da saúde e afins, engenharias, arquitetura e urbanismo, além de cursos de tecnólogos.

Fonte: ADUA-SSind. com informações do O Globo



Galeria de Fotos
 




energia solar manaus

Manaus/Amazonas

energia verde

CENTRAL DE ATENDIMENTO:


aduasindicato@gmail.com

ADUA DIGITAL