Whatsapp

Viva Melhor


   




ANDES-SN emite nota em defesa da autonomia universitária



Data: 22/07/2019

O Sindicato Nacional dos Docentes de Instituições de Ensino Superior (ANDES-SN) divulgou no último dia 17, uma nota em apoio a autonomia universitária, que tem sido desrespeitada pelo governo Bolsonaro. A nota pede que seja respeitada a consultoria para reitoria da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, que está sob intervenção do Ministério da Educação (MEC).

O processo de consulta paritária para a escolha de Reitor ou Reitoria na UFRB, é mais uma das muitas liberdades democráticas que tem sido atacada por Bolsonaro. Em 2019, o episódio se repetiu na Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), onde o MEC nomeou o segundo colocado da lista tríplice de candidatos definida pela instituição, indo de forma contrária a maior parte da vontade popular, tradição que já durava 15 anos.

Vale lembrar a tentativa incessante do governo em sucatear a educação pública gratuita, o projeto “Future-se” foi apresentado pelo MEC, e busca privatizar e destruir a autonomia universitária das universidades públicas. A diretora ANDES-SN, Eblin Farage criticou o programa “Future-se”, “Vemos um processo de desmonte não só no setor público, mas também na educação, é algo inadmissível, pois desresponsabiliza o estado, e acaba com a autonomia, uma instituição pública, precisa de gestão pública, é como pedir a um hospital público, que busque parcerias para realizar por exemplo operações cirúrgicas, é lamentável”, declarou.

Leia a seguir na íntegra, a nota do ANDES-SN:


Em meio ao processo de intensificação dos ataques à educação pública, com cortes orçamentários e de um conjunto de políticas regressivas, a comunidade acadêmica da Universidade Federal do Recôncavo Baiano resiste a mais uma intervenção do Governo Bolsonaro nas IFES. Os ataques à autonomia universitária e às liberdades democráticas, bem como os seus desdobramentos, marcaram, mais uma vez, o ano de 2019, com o desrespeito ao processo de consulta paritária para a escolha de Reitor(a) na UFRB.

Diante do exposto, o ANDES-SN, reafirma sua defesa intransigente da autonomia universitária e da democracia interna nas Instituições Federais de Ensino. A ação do MEC é considerada por nós absurda, frente à Constituição Federal é um flagrante ato autoritário e antidemocrático! Repudiamos tal ação e exigimos que oGoverno Federal respeite a decisão do Conselho Universitário! Manifestamos nosso apoio e solidariedade à(o)s estudantes, docentes e técnico(a)s-administrativo(a)s dessa instituição.

#TiremasmãosdaUFRB

#Emdefesadademocraciauniversitária

Fonte: ADUA-SSind. com informações do ANDES-SN


Galeria de Fotos
 




energia solar manaus

Manaus/Amazonas

energia verde

CENTRAL DE ATENDIMENTO:


aduasindicato@gmail.com

ADUA DIGITAL