Whatsapp

Viva Melhor


   




Pesquisa aponta salto da avaliação negativa de Bolsonaro de 19% para 39,5%



Data: 29/08/2019

O índice de reprovação ao governo do presidente Jair Bolsonaro voltou a crescer. De acordo com pesquisa divulgada no último dia 26 pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) em parceria com o Instituto MDA, 39,5% da população brasileira avaliou o governo como "ruim ou péssimo" em agosto, índice maior que o registrado em fevereiro, quando o índice de reprovação bateu 19%.

A pesquisa, que ouviu 2.002 pessoas em 137 municípios brasileiros nos últimos quatro dias e tem uma margem de erro de 2,2 pontos percentuais, também aponta um aumento na desaprovação do desempenho pessoal do presidente.  A parcela da população que desaprova as atitudes de Bolsonaro passou de 28% para 53,7% entre fevereiro e agosto.

Com isso, o índice dos que aprovam o governo caiu 10 pontos percentuais, passando de 39% para 29%. Já os que avaliam o governo como regular continuam representando 29% da população.

Ainda de acordo com a pesquisa, apenas 36% dos brasileiros acham que o emprego vai melhorar nos próximos meses no Brasil. Na educação, o índice é de 30,8%; e na saúde, que é apontada como o maior desafio do governo, é de 31,3%. Isso porque saúde (30,6%), educação (24,5%) e economia (17,6%) estão entre as áreas mais mal avaliadas do governo.

Meio ambiente

Tema que tem dominado as discussões sobre o Brasil nos últimos dias, o meio ambiente não é bem avaliado no governo Bolsonaro: 36,5% da população diz que esta é a área com pior desempenho do governo na pesquisa da CNT, índice que só perde para o da saúde (30,5%).

A maior parte dos entrevistados pela CNT e pelo Instituto MDA ainda afirmaram que a preservação do meio ambiente é muito importante (93,5%) e que deve haver equilíbrio entre a preservação do meio ambiente e o desenvolvimento econômico do país (69%).

Fonte: Congresso em Foco com edição da ADUA-SSind.



Galeria de Fotos
 




energia solar manaus

Manaus/Amazonas

energia verde

CENTRAL DE ATENDIMENTO:


aduasindicato@gmail.com

ADUA DIGITAL