Av. Rodrigo Otávio Jordão Ramos, 6.200, Campus Universitário da UFAM, Setor Sul Coroado - CEP 69080-900 - Manaus/Amazonas

Whatsapp +55 92  98138-2677
+55 92 4001-0031


Viva Melhor


   


  27/05/2021


Ato unificado “Vacina no Braço e comida do prato” denuncia descaso do governo Bolsonaro



Centrais sindicais e movimentos sociais realizaram uma série de manifestações digitais e presenciais, nesta quarta-feira (26), por auxílio emergencial de R$ 600, vacina para todos e todas e contra a fome e a carestia que assola o Brasil e fora Bolsonaro e Mourão. Parte da campanha Fora Bolsonaro, a programação central ocorreu em Brasília (DF), com repercussão em alguns estados.

 

Os atos presenciais respeitaram os protocolos sanitários para evitar risco de contaminação pelo coronavírus, como uso de máscara de proteção e álcool em gel, aferição de temperatura e distanciamento entre os participantes.

 

Crédito: @rarafaelhbarroso

 

Nas redes sociais a agitação ocorreu com o tuitaço usando a hashtag #600contrafome 

 

Em ato simbólico ato simbólico combate à fome, mais de três toneladas de alimentos formaram doadas, na capital do país, pelas entidades organizadoras do ato: CSP-Conlutas, CUT, Força Sindical, UGT, CTB, Nova Central, CSB, Intersindical, Pública, CGTB, Contag, MST e Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo.

 

Doadas aos catadores de material reciclável da Cooperativa na periferia do Distrito Federal (CENTCOOP), as 600 “cestas verdes” continham alimentos cultivados pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) e pela Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (Contag).

 

Crédito: Brasília/Jean Maciel 

 

Crédito: @rarafaelhbarroso

 

As centrais também  participaram de audiência  para a entrega da Agenda Legislativa das Centrais Sindicais para a Classe Trabalhadora às presidências da Câmara dos Deputados e do Senado. A Agenda é um documento de resistência, elaborado em conjunto pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), com posicionamento e propostas a 23 projetos em tramitação.

 

 

   

Crédito: CSP-Conlutas/ divulgação

 

Em Brasília, foi exposta a quantidade de alimentos que pode ser comprada com o auxílio emergencial, que foi reduzido de R$ 600, em 2020, para até R$ 150, neste ano. O objetivo do ato era demostrar a insuficiência do valor para quem depende do benefício.  Conforme dados do Ministério da Cidadania, 39,9 milhões de pessoas vivem hoje na extrema pobreza no país. Os números consideram famílias do Cadastro Único (CadÚnico) para programas sociais do governo federal.

 

Crédito: Kleber Freire

 

Veja como foram as manifestações em outras regiões do país:

 

Em Alagoas, os manifestantes foram para as ruas com faixas e cartazes

 

Crédito: Gustavo Marinho / MST Alagoas

 

 

Crédito: Gustavo Marinho / MST Alagoas

 

 

Houve intervenção no cenário urbano, em Florianópolis

 

 

Metalúrgicos estenderam faixas na Freeway, em Porto Alegre

 

 

Um cortejo simbólico lembrou as mais de 450 mil vidas perdidas no Brasil e reivindicou por #600ContraFome em Porto Alegre

 

 

Convocação

 

Em continuação à programação da campanha Fora Bolsonaro, estão marcados atos em várias cidades brasileira no Dia Nacional de Mobilização, neste sábado (29 de maio). O Amazonas é um dos estados a aderir a manifestação . A atividade tem como reivindicação a vacinação gratuita e ampla, o auxílio emergencial digno, comida no prato, não à Reforma Administrativa (PEC 32/2020) e defesa dos serviços públicos e da educação.  

 

Fontes: ADUA com informações da CSP-Conlutas e CUT



Galeria de Fotos
 

 

COMENTÁRIO:


NOME:


E-MAIL:

 






energia solar manaus

Manaus/Amazonas
Av. Rodrigo Otávio Jordão Ramos, 6.200, Campus Universitário da UFAM, Setor Sul Coroado - CEP 69080-900 - Manaus/Amazonas

energia verde

CENTRAL DE ATENDIMENTO:
+55 92 4001-0031
+55 92  98138-2677
aduasindicato@gmail.com

ADUA DIGITAL