Av. Octávio Hamilton Botelho Mourão, 6.200, Campus Universitário UFAM, Setor Sul, bairro Coroado 1. CEP 69080-900

Whatsapp +55 92  98138-2677


Viva Melhor


   


  13/07/2021


Pesquisa: Maioria acredita que Bolsonaro é corrupto, incapaz e autoritário



 

Jair Bolsonaro é considerado corrupto por 70% de brasileiros e brasileiras em pesquisa do Instituto Datafolha, divulgada no dia 8 de julho. A falta de gestão do governo no controle da pandemia da covid-19 e os recentes escândalos de irregularidade na compra de vacinas contribuíram para o resultado. Desde 2018 quando assumiu o governo, essa é a pior avaliação do presidente da república.  

 

Conforme reportagem do jornal O Globo de segunda-feira (12), a Polícia Federal (PF) abriu um inquérito para investigar o presidente da república por prevaricação, após denúncias de superfaturamento de 1000% e exigência de propina na compra da vacina contra covid-19, Covaxin. A acusação foi feita pelo deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) e o irmão dele, Luís Ricardo Miranda, servidor do Ministério da Saúde, na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, em andamento no Senado Federal.

 

A denúncia de prática de “rachadinha” (peculato) também tem contribuído para o desmoronamento da imagem de Bolsonaro. Em uma gravação, divulgada pelo site UOL, no dia 7 de julho, áudios atribuídos à Andrea Siqueira Valle, ex-cunhada de Jair Bolsonaro, afirmam que o presidente confiscava parte do salário dos servidores, quando ainda era deputado.

 

Ainda segundo a pesquisa, 63% dos entrevistados e entrevistadas classificaram Bolsonaro como incapaz de liderar o país. Os índices também mostram que para 51% o governo de Bolsonaro é ruim ou péssimo.

 

A maioria das pessoas consultadas pelo Instituto Datafolha também não dá credibilidade ao discurso do presidente. Nesse quesito, Bolsonaro alcançou uma rejeição de 55% devido às constantes informações falsas (fake news) ou distorcidas proferidas em seus discursos.  

 

Além disso, mais da metade dos entrevistados e entrevistadas (58%) reprovou a participação de militares na gestão Bolsonaro. Hoje, mais de 6 mil membros das Forças Armadas trabalham para o governo em cargos civis. Alguns, inclusive do alto escalão, chegaram a ser denunciados por corrupção. É o caso do ex-ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, e o ex-secretário-executivo do Ministério da Saúde e atual assessor da Casa Civil, coronel Elcio Franco.

 

A maioria dos entrevistados e entrevistadas no estudo considerou, ainda, Bolsonaro incompetente (58%), desonesto (52%), pouco inteligente (57%), indeciso (57%), autoritário (66%) e despreparado (62%). A pesquisa do Instituto Datafolha foi realizada nos dias 7 e 8 de julho com 2.074 pessoas com mais de 16 anos de idade, em várias partes do país.

 

Impeachment

 

A maioria dos consultados e consultadas na pesquisa (54%) é a favor da abertura de impeachment do presidente. A Câmara dos Deputados já recebeu 126 pedidos de saída de Bolsonaro do cargo.

 

A indignação contra o governo tem se manifestado nas ruas.  Milhares de pessoas têm participado de atos públicos contra o presidente em todo o país.  Uma nova convocação está marcada para o dia 24 de julho (sábado), quando mais uma vez o grito de Fora Bolsonaro estará sendo fortalecido.

 

Centrais sindicais, entidades civis, movimentos sociais e partidos políticos mantém a defesa de bandeiras como: a aceleração da vacinação contra a covid-19; o pagamento do auxílio emergencial digno até o fim da pandemia; o fim das privatizações e dos ataques aos direitos dos servidores e servidores públicas; e contra a Reforma Administrativa (PEC 32), os cortes na educação e a intervenção nas universidades, institutos e Cefets.

 

Fontes: com informações da CSP-Conlutas, G1, UOL e Agência Senado

 

Foto: Sérgio Lima/Reprodução



Galeria de Fotos
 

 

COMENTÁRIO:


NOME:


E-MAIL:

 






energia solar manaus

Manaus/Amazonas
Av. Octávio Hamilton Botelho Mourão, 6.200, Campus Universitário UFAM, Setor Sul, bairro Coroado 1. CEP 69080-900

energia verde

CENTRAL DE ATENDIMENTO:

+55 92  98138-2677
aduasindicato@gmail.com

ADUA DIGITAL