Av. Octávio Hamilton Botelho Mourão, 6.200, Campus Universitário UFAM, Setor Sul, bairro Coroado 1. CEP 69080-900

Whatsapp +55 92  98138-2677


Viva Melhor


   


  18/10/2021


13º Conad Extraordinário define 40º Congresso do ANDES-SN em 2022



 

Docentes de todo o país debateram “Conjuntura e Congresso do ANDES-SN”, no 13º Conad Extraordinário do Sindicato Nacional, realizado na sexta-feira (15) e sábado (16). O encontro foi marcado pelo discurso de necessidade de unidade na defesa da Educação Pública e da Ciência e Tecnologia (C&T), e para derrubar a Reforma Administrativa (PEC 32/2020) e o presidente da República Jair Bolsonaro. Também foi definida a realização do 40º Congresso do ANDES-SN, previsto para acontecer em março de 2022, no formato presencial, em Porto Alegre (RS).

 

Nos dois dias de atividades participaram 233 docentes, sendo 70 delegados e delegadas, 121 observadores e observadoras, representantes de 78 seções sindicais do ANDES-SN. E, ainda, 11 convidados e convidadas e 31 diretores e diretoras. A ADUA participou do encontro, tendo como delegado o professor Jacob Paiva e como observador/suplente de delegado, o docente José Alcimar de Oliveira, e como observadora (suplente de delegado), a professora Danielle Gonzaga.

 

“Com certeza nós teremos no ano que vem um Congresso bastante participativo, porque a categoria está com muita vontade de se encontrar, de fazer suas lutas de ruas, de interagir com os demais movimentos, fóruns, com os quais nós sempre interagimos nas nossas lutas, seja em defesa da educação das universidades públicas, dos serviços públicos, dos direitos gerais da classe trabalhadora, e contra todas as formas de opressão que ainda persistem na sociedade que têm se manifestado de forma cruel nesses tempos políticos que estão em curso nesse período de pandemia, contra as mulheres, negros e negras, comunidade LGBTQIA+”, comentou o professor Jacob Paiva.

 

Durante a discussão da conjuntura, categoria debateu a crise vivida no Brasil, país que atingiu a marca de 600 mil mortes pela covid-19. A política genocida, de extrema direita e ultraliberal do governo federal foi apontada como um dos motivos da carestia, aprofundamento da fome, da miséria e do desemprego. Também foram ressaltados os impactos da destruição da natureza e a importância da luta pelas causas ambientais.

 

“A análise convergiu para a gravidade do momento provocado já antes da pandemia da covid-19 pela perspectiva neoliberal de caráter fascista, representada pelo governo Bolsonaro, com ataques profundos aos direitos sociais e trabalhistas”, comentou Jacob Paiva.

 

Contra a PEC 32

 

O Conad realizado no formato virtual ocorreu em um momento de intensa batalha dos servidores públicos e das servidoras públicas para barrar a PEC 32 que propõe a Reforma Administrativa. O conselho foi aberto com a apresentação do vídeo Seções Sindicais na Luta contra a PEC 32, que reúne depoimentos de representantes das seções sindicais do ANDES-SN que estiveram em Brasília (DF), nas últimas cinco semanas, nas atividades de combate à contrarreforma.

 

Diversos e diversas participantes do Conad destacaram a importância da unidade na Campanha Fora Bolsonaro e na luta encampada pelos fóruns das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe) e das Centrais na luta contra a Reforma Administrativa. Foi ressaltado o urgente reforço na mobilização contra a PEC 32. 

 

Defesa da Educação  

 

Na abertura das atividades, a presidenta do ANDES-SN, Rivânia Moura, destacou que o 15 de outubro se trata de uma data para resgatar a luta por melhores condições de trabalho. “A nossa luta em defesa da Educação Pública no nosso país tem o objetivo de garantir um projeto de Educação Pública gratuita, financiada com fundo público, universal e de qualidade. Esse projeto faz parte da história de 40 anos do ANDES-SN e é, com esse projeto, que parabenizamos as professoras e os professores’’, disse.

 

A defesa da carreira docente e da autonomia universitária, e a necessidade de ampliar a luta pela recomposição do orçamento da educação e da C&T também estiveram nos discursos, assim como o debate sobre as condições para o retorno seguro às atividades presenciais nas instituições de ensino, com possibilidade de uma greve sanitária. Neste sentido, o ANDES-SN apoiará a paralisação convocada pela Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG) prevista para a próxima terça-feira (26).

 

Congresso

 

No sábado, as e os participantes discutiram o Tema II, que tratava da realização do 40º Congresso. Foi definido que Associação dos Docentes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (ADUFRGS – Seção Sindical do ANDES-SN) irá sediar o encontro presencialmente, em Porto Alegre, em março de 2022, considerando as condições de segurança da pandemia. A deliberação mantém o definido no 39º Congresso, em fevereiro de 2020. O Congresso é a instância máxima deliberativa do ANDES-SN.

 

Também foi aprovada a participação de uma delegação de duas pessoas da Central de Trabalhadores de Cuba para participar Congresso, no sentido de apoio à população cubana, que resiste há mais de 60 anos ao embargo econômico imposto pelos Estados Unidos.

 

Moções

 

Na plenária de encerramento do Conselho foi realizada a leitura das dez moções apresentadas à plenária pela Diretoria Nacional e também por seções sindicais. Entre elas estão: moção de apoio à greve sanitária das professoras e dos professores da Universidade Federal de Lavras, contra a imposição do retorno ao ensino presencial sem condições adequadas; moções de solidariedade às comunidades quilombolas de Tanque da Rodagem e São João no Maranhão, vítimas de violência e ameaça de morte; e aos familiares e amigos e amigas das centenas de milhares de vítimas da covid-19 no Brasil. Confira a lista completa aqui

 

A secretária-geral do Sindicato Nacional, Regina Ávila, fez a leitura da Carta do 13º Conad Extraordinário, com título “Resistir e avançar é preciso”. No documento é destacada a retomada das lutas nas ruas, em especial contra a PEC 32/2020; o centenário do educador e patrono da Educacao, Paulo Freire, e o compromisso das e dos docentes em construir uma sociedade livre de todas as opressões.

 

Fonte: ADUA com informações do ANDES-SN



Galeria de Fotos
 

 

COMENTÁRIO:


NOME:


E-MAIL:

 






energia solar manaus

Manaus/Amazonas
Av. Octávio Hamilton Botelho Mourão, 6.200, Campus Universitário UFAM, Setor Sul, bairro Coroado 1. CEP 69080-900

energia verde

CENTRAL DE ATENDIMENTO:

+55 92  98138-2677
aduasindicato@gmail.com

ADUA DIGITAL