Av. General Rodrigo Otávio, 3000, Campus Universitário UFAM - Coroado

Whatsapp +55 92  98138-2677
+55 92  98138-2677


Viva Melhor


   


  31/08/2020



Servidores decidem reforçar luta contra a Reforma Administrativa e o corte de verbas



Em reunião virtual do Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe), em 25 de agosto, os servidores/as públicos/as decidiram reforçar as ações contra mais ataques do governo Bolsonaro como a Reforma Administrativa, o corte de verbas e o desmonte do serviço público brasileiro. A construção da Greve Sanitária também está entre as articulações previstas pela categoria.

 

O Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe) informou que, em plenária nacional, deliberou pela manutenção da construção de uma Greve Sanitária para qualquer tentativa de retorno presencial; possibilidade de construção de uma greve como resposta ao ensino remoto e a intensificação das lutas contra a Reforma Administrativa e o os Cortes de Verbas.

 

O ANDES-SN comunicou sobre a reunião dos setores das Instituições Federais (IFES) e Instituições Estaduais e Municipais de Ensino Superior (IEES/IMES), realizada em 27 e 28 de agosto, para tratar dos ataques dos governos à educação, os cortes no orçamento e a implantação do ensino remoto emergencial nas Instituições de Ensino Superior (IES).

 

Já os servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) estão sendo mobilizados a lutar contra a reabertura das agências e a construir a Greve Sanitária, segundo a Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenaps). O governo acatou parcialmente a reivindicação da federação e prorrogou até 14 de setembro a análise sobre a reabertura das agências do INSS para atendimento ao público.

 

A Fenaps informou, ainda, durante a reunião do Fonasefe que as/os trabalhadoras/es dos serviço social e reabilitação profissional têm realizado encontros estaduais para discutir os ataques das contrarreformas do governo, enquanto os da área de saúde estão na luta por Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), melhores condições de trabalho e o retorno do pagamento do adicional de insalubridade.

 

Reforma Administrativa

 

Na reunião, a CTB comunicou sobre a participação no Fórum das Estatais (no dia 6 de agosto) e o convite para integrar a jornada unificada em defesa dos serviços públicos. A Central informou que atividades como essa irão envolver centrais sindicais, entidades sindicais de trabalhadores/as e da sociedade civil, entidades religiosas, parlamentares e lideranças a favor do movimento.

 

“O objetivo é conseguir amplo apoio social e conquistar o apoio da maioria dos parlamentares da Câmara e do Senado para que não aprovem a Reforma Administrativa pretendida pelo governo e por bancadas parlamentares que têm defendida a retirada de direitos históricos dos trabalhadores, bem como quaisquer iniciativas que visem ou abram caminho para a privatização dos serviços e das empresas públicas e estatais”, informou o representante da Central.

 

Ainda sobre a Reforma Administrativa, o Sindicado Nacional dos Trabalhadores em Instituições e Fundações Públicas Federais de Pesquisas Federais de Pesquisas Estatísticas e Geográficas disponibilizou uma linha do tempo com informações legislativas/jurídicas que possibilitará um ataque aos serviços públicos e aos/às servidores/as. Confira o documento.

 

Fonte: ADUA com informações do ANDES-SN



Galeria de Fotos
 

 

COMENTÁRIO:


NOME:


E-MAIL:

 






energia solar manaus

Manaus/Amazonas
Av. General Rodrigo Otávio, 3000, Campus Universitário UFAM - Coroado

energia verde

CENTRAL DE ATENDIMENTO:
+55 92  98138-2677
+55 92  98138-2677
aduasindicato@gmail.com

ADUA DIGITAL